SE O TEMPO FOSSE OURO..., TALVEZ PUDESSES PERDÊ-LO. - MAS O TEMPO É VIDA, E TU NÃO SABES QUANTA TE RESTA.
Loading...

Pesquisar este blog

Carregando...

sábado, 24 de setembro de 2016

Terceiros e primeiros anos - Sugestão de leitura e Bibliografia



" …não existe qualquer reparo de ordem técnica para os problemas da humanidade."
Theodore Dalrymple 

Resultado de imagem para outubro theodore dalrymple

 Atividade : Sugestão de Leitura

Manuscrito
capa padrão
entre no link abaixo
copie cada frase;
procure  o resumo de cada livro
faça a Bibliografia de cada  um conforme  o modelo abaixo




http://claudioarantespompeu.blogspot.com.br/2013/06/sugestoes-de-leitura.html




SOBRE NOME DO AUTOR EM MAIÚSCULA;  NOME NORMAL. NOME DO LIVRO. EDIÇÃO, EDITORA, CIDADE, DATA.


domingo, 11 de setembro de 2016

PRIMEIRO ANO QUARTO BIMESTRE - ATIVIDADE E RECUPERAÇÃO CONTÍNUA


DATA DA ENTREGA: SEMANA DE 26 A 30 DE SETEMBRO, NA SUA SEGUNDA AULA DE FILOSOFIA DA SEMANA

REFLITA: 

SERÁ QUE EU SOU  MANIPULADO?


QUEM PENSA QUANDO EU PENSO?

Ideologia é um conjunto de ideias ou pensamentos de uma pessoa ou de um grupo de indivíduos. A ideologia pode estar ligada a ações políticas, econômicas e sociais. A IDEOLOGIA É SEMPRE PARCIAL, UMA MEIA VERDADE, SIMPLIFICADORA DA REALIDADE E FEITA PARA FALSIFICAR A REALIDADE. A  IDEOLOGIA NÃO É UMA MENTIRA, MAS É O PENSAMENTO RECORTADO, DESVIADO, FOCADO.


ATIVIDADE 1  - LEIA O TEXTO ABAIXO E FAÇA UM RESUMO NO CADERNO



ATIVIDADE  2 - COPIE O TEXTO ABAIXO E RESPONDA AS SEGUINTES QUESTÕES :


Quem é Alfonso López Quintás? 
O que significa manipular?
 Quem manipula?
Para que se manipula?
Como se manipula?
EXPLIQUE COM SUA PALAVRAS O QUE É A IDEOLOGIA. 


ATIVIDADE 3  -NO CADERNO,  EXPLIQUE O SEGUINTE PENSAMENTO ATRIBUÍDO A NAPOLEÃO BONAPARTE: 


"A educação de um homem começa 100 anos antes do seu nascimento."






quinta-feira, 31 de março de 2016

TERCEIRO ANO - TERCEIRO BIMESTRE











Leia


Um mundo de presente eterno, sem origem ou destino, passado ou futuro; um mundo no qual é impossível achar um centro ou qualquer ponto ou perspectiva do qual seja possível olhá-lo firmemente e considerá-lo como um todo; um mundo em que tudo que se apresenta é temporário, mutável ou tem o caráter de formas locais de conhecimento e experiência. Aqui não há estruturas profundas,nenhuma causa secreta ou final; tudo é (ou não é) o que parece na superfície. É um fim à modernidade e a tudo que ela prometeu e propôs.” Krishan Kumar

OU

 "O que define a hipermodernidade não é exclusivamente a autocrítica dos saberes e das instituições modernas; é também a memória revisitada, a remobilização das crenças tradicionais, a hibridização individualista do passado e do presente. Não mais apenas a desconstrução das tradições, mas o reemprego dela sem imposição institucional, o eterno rearranjar dela conforme o princípio da soberania indiviudal"(Lipovetsky, 2004:98). 

OU

TRANSMODERNIDADE, que visa uma visão de  mundo em que a tecnologia possua respostas fáceis a todos os dilemas humanos, enquanto revigora a importância de valores tradicionais e humanistas e pode ser caracterizado pelas seguintes proposições:
- A crença de que toda comunicação não-matemática é constituída por filtros culturais, mitos, metáforas regionais e conteúdo político.
- A afirmação de que todo significado e experiência não-matemática só pode ser criada pelo indivíduo e não pode ser objetificada por qualquer autor ou narrador.
- Rejeição a uma sociedade dominada pela mídia, onde não se encontra originalidade apenas cópias do que já existia.
- Ênfase na complementaridade dos processos de ratificação/construção e retificação/desconstrução das entidades matemáticas.
- Globalização, uma visão cultural de mundo profundamente pluralista e interconectada, em que o centro de poder político, de comunicação e de produção intelectual dominante é virtual (sujeito a uma descrição matemática coerente).
- Aceitação da evolução da matemática como a única meta-narrativa absoluta e suprema que pode ser revelada a humanidade, oque pode levar ao declínio dos conflitos religiosos internacionais.
??????????????????





Alice no País das Maravilhas
https://www.youtube.com/watch?v=tZ6sMdkSJJQ

PARA COMEÇAR, VAMOS PENSAR  EM NOVAS POSSIBILIDADES?

A) Todo Seu - Conversa com Luiz Felipe Bragança (22/04/16)
https://www.youtube.com/watch?v=uv9b19RndSM

B) Meio Ambiente
https://www.youtube.com/watch?v=VM9Lz0sCNaA




1) Atividade 1 -  Faça no seu caderno , duas colunas, nomeando-as assim: ESQUERDA/PROGRESSISTA - DIREITA/CONSERVADORA
Assista o vídeo abaixo e coloque cada ideia mencionada na sua devida coluna em forma de tópicos


Filosofia 'conservadora' versus Filosofia 'progressista' Luiz Felipe Pondé1

2) Atividade 2 - Conhecendo alguns pensadores
No seu caderno, faça um portfólio de cada pensador abaixo com a) uma breve biografia; b) Foto; c) principais idéias; e) no final faça uma tabela classificando-os entre progressistas e conservadores.

Observação: os videos abaixo não são atividades obrigatórias, mas seria muito bom você começar a ampliar sua visão de mundo. Tentei escolher os mais significativos e inteligentes. 


Roger Scruton


Como ser um conservador 

https://www.youtube.com/watch?v=1nXhVbPK90M


Zygmound  Baumam


zygmunt bauman - sobre os laços humanos, redes sociais, liberdade e segurança

https://www.youtube.com/watch?v=yRwHm_D-WWA


Pierre Levy


As Formas do Saber - Pierre Lévy



Alfonso Lopez Quintas


¿Hay alguna garantía de que el amor perdure?

¿Conocemos la vía recta hacia la felicidad?


Leonardo Boff

Espiritualidade e Utopias Libertárias, 11 primeiros capítulos do Gênesis e Teologia da Criação - Leonardo Boff



Edgar Morin


Edgar Morin - A poesia da vida



Enrique Dussel 



Enrique Dussel: "O indivíduo sempre foi comunidade", para que o cidadão honesto faça política

https://www.youtube.com/watch?v=SnDHnqE3tXg



3) NO CADERNO, A PARTIR DO TEXTO ABAIXO, FAÇA UMA ABORDAGEM DO TEMA:   NOVA PERSPECTIVA DAS RELAÇÕES ENTRE CIÊNCIA E RELIGIÃO.


5. As religiões no diálogo com as ciências
199. Não se pode sustentar que as ciências empíricas expliquem completamente a vida, a essência íntima de todas as criaturas e o conjunto da realidade. Isto seria ultrapassar indevidamente os seus confins metodológicos limitados. Se se reflecte dentro deste quadro restrito, desaparecem a sensibilidade estética, a poesia e ainda a capacidade da razão perceber o sentido e a finalidade das coisas.[141] Quero lembrar que «os textos religiosos clássicos podem oferecer um significado para todas as épocas, possuem uma força motivadora que abre sempre novos horizontes (...). Será razoável e inteligente relegá-los para a obscuridade, só porque nasceram no contexto duma crença religiosa?»[142] Realmente, é ingénuo pensar que os princípios éticos possam ser apresentados de modo puramente abstracto, desligados de todo o contexto, e o facto de aparecerem com uma linguagem religiosa não lhes tira valor algum no debate público. Os princípios éticos que a razão é capaz de perceber, sempre podem reaparecer sob distintas roupagens e expressos com linguagens diferentes, incluindo a religiosa.
200. Além disso, qualquer solução técnica que as ciências pretendam oferecer será impotente para resolver os graves problemas do mundo, se a humanidade perde o seu rumo, se esquece as grandes motivações que tornam possível a convivência social, o sacrifício, a bondade. Em todo o caso, será preciso fazer apelo aos crentes para que sejam coerentes com a sua própria fé e não a contradigam com as suas acções; será necessário insistir para que se abram novamente à graça de Deus e se nutram profundamente das próprias convicções sobre o amor, a justiça e a paz. Se às vezes uma má compreensão dos nossos princípios nos levou a justificar o abuso da natureza, ou o domínio despótico do ser humano sobre a criação, ou as guerras, a injustiça e a violência, nós, crentes, podemos reconhecer que então fomos infiéis ao tesouro de sabedoria que devíamos guardar. Muitas vezes os limites culturais de distintas épocas condicionaram esta consciência do próprio património ético e espiritual, mas é precisamente o regresso às respectivas fontes que permite às religiões responder melhor às necessidades actuais.
201. A maior parte dos habitantes do planeta declara-se crente, e isto deveria levar as religiões a estabelecerem diálogo entre si, visando o cuidado da natureza, a defesa dos pobres, a construção duma trama de respeito e de fraternidade. De igual modo é indispensável um diálogo entre as próprias ciências, porque cada uma costuma fechar-se nos limites da sua própria linguagem, e a especialização tende a converter-se em isolamento e absolutização do próprio saber. Isto impede de enfrentar adequadamente os problemas do meio ambiente. Torna-se necessário também um diálogo aberto e respeitador dos diferentes movimentos ecologistas, entre os quais não faltam as lutas ideológicas. A gravidade da crise ecológica obriga-nos, a todos, a pensar no bem comum e a prosseguir pelo caminho do diálogo que requer paciência, ascese e generosidade, lembrando-nos sempre que «a realidade é superior à ideia».[143]

                                                                  CARTA ENCÍCLICA

LAUDATO SI’
DO SANTO PADRE
FRANCISCO
SOBRE O CUIDADO DA CASA COMUM


PROJETOR TIMOR LESTE






ASSISTA ESSES VIDEOS E  EXPLIQUE O QUE VC ASSISTIU EM 30 LINHAS CADA UM. COLOQUE A BANDEIRA DO TIMOR E O LOGO TIPO DO NOSSO PROJETO ( PEÇA QUE OS REPRESENTANTES DO PROJETO COPIEM DO  WHATS E PASSE PARA VCS)

Universidades em Timor Leste


https://www.youtube.com/watch?v=V6YKH1c7A6M

Príncipes do Nada" - O ensino do Português em Timor-Leste (2006)


https://www.youtube.com/watch?v=_Kc2Q36zdc4






CURTA NOSSA PÁGINA
https://www.facebook.com/CartasAoTimor/?fref=ts


domingo, 20 de março de 2016

ATIVIDADE - PROJETO DE LEITURA E PESQUISA




A)FAÇA O CADASTRO NO VEDUCA
B) ESCOLHA UM CURSO DE FILOSOFIA/ AFINS DE HUMANAS
C) ASSISTA AS AULAS E RELATE NO CADERNO
D)  PREPARAR UMA APRESENTAÇÃO INDIVIDUAL

http://www.veduca.com.br/



A)FAÇA O CADASTRO NA EDITORA
B) NAVEGUE  ESCOLHA UM LIVRO DE FILOSOFIA/ AFINS DE HUMANAS (NÃO É OBRIGATÓRIO COMPRAR)
C) FAÇA A RESENHA DELE  NO CADERNO


http://www.erealizacoes.com.br/home


sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

COMO FAZER SEUS TRABALHOS - MMO






SEQUÊNCIA DE MONTAGEM DE TRABALHO DE PESQUISA ADAPTADA DAS NORMAS DA ABNT

1) Capa:


veja no youtube : COMO FAZER CAPA PARA SEU TRABALHO

Se  quiser se inscrever no canal, facilitará o acesso ao  conteúdo  de filosofia que estaremos transferindo  para lá)


Folha A 4
Início da página:
A) Nome da Escola  (fonte 14, só as primeiras letras maiúsculas, negrito, centralizado) 
B) Nome do professor (fonte 14, só as primeiras letras maiúsculas, negrito, centralizado) 

C) NO MEIO DA PÁGINATítulo do trabalho (fonte 16, maiúsculo, negrito, centralizado)
D) DUAS LINHAS ABAIXO À DIREITA:
Nome número , série do aluno e disciplina fonte 12
E) NO FINAL DA PÁGINA
Cidade e ano de conclusão do trabalho (fonte 14, negrito, maiúsculo e minúsculo, centralizado)


 2, 3, 4, 5, 6 : 
veja no youtube: índice, introdução, capítulos, considerações finais, bibliografia
2 ) Índice
veja exemplo

3) Introdução (formatar – título 1)
(apresentação do trabalho, o que o leitor irá encontrar) (Letra Arial 11, espaço 1,5)

4) Corpo do trabalho – capítulos 1, 2, 3...(formatar – título 1) (desenvolvimento do conteúdo pesquisado, Letra Arial 11, espaço 1,5)


5 ) Considerações finais (conclusão)(formatar – título 1) ( o que você aprendeu com o trabalho, Letra Arial 11, espaço 1,5)

6) Referências (formatar – título 1)( de onde você tirou os dados da pesquisa, Letra Arial 11, espaço 1,5)

Referências ( fontes usadas para fazer o trabalho, sites, livros, revistas)

DUSSEL, E. 1492: el encubrimiento del outro: hacia el origen del mito de la modernidad. Madrid: Nueva Utopia, Conferências de Frankfurt, 1992.

ELIOT, T. S. Notas para a Definição de Cultura.  São Paulo:É Realizações, 2012.

GIRARD, René. O Bode Expiatório e Deus.Tradutor: Márcio Meruje. Colecção: Textos Clássicos de Filosofia. Direcção: José M. S. Rosa & Artur Morão,Covilhã: Lusosofia , 2008.

GOUVEA , Josimar Salum. Estatísticas Mundiais sobre o Evangelismo. http://www.lagoinha.com/ibl-vida-crista/estatisticas-mundiais-sobre-o-evangelismo/, Acesso: 12/04/2015, 16:21.

NOVAES; João. Proporção de cristãos no mundo caiu de 35% para 32%; Europa e América registraram queda, ao contrário da África. http://www.origemedestino.org.br/blog/johannesjanzen/?post=54, Acesso: 12/04/2015, 16:39.


VOEGELIN, Eric. Ordem e História, v.1 – Israel e a Revelação, São Paulo: ed. Loyola, 2009