SE O TEMPO FOSSE OURO..., TALVEZ PUDESSES PERDÊ-LO. - MAS O TEMPO É VIDA, E TU NÃO SABES QUANTA TE RESTA.

ATUALIDADES

Loading...
Loading...

Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Giorgio Agamben

Caros Alunos, quero convidar a todos a fazer comigo, uma pesquisa sobre Giorgio Agamben. Não conheço esse filósofo, estou com tempo muito limitado, e por isso, se alguém estiver com disposição para aprender junto comigo sobre o pensamento dele, podemos fazer um estudo para apresentar na semana M.M.O.
Vamos conversando na escola.









http://www.pragmatismopolitico.com.br/2013/06/deus-nao-morreu-ele-se-tornou-dinheiro.html

domingo, 11 de janeiro de 2015

PRIMEIRO ANO 2015

Quarto Bimestre





1) TEXTO PARA REFLETIR

http://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/2015/07/1653438-nota-maxima-para-o-cliche-ideologico.shtml

2) Conhecendo um pensador Brasileiro

A) FAÇA A BIOGRAFIA DE LUIZ FELIPE PONDÉ



 B) escolha um dos vídeos abaixo e fala um relatório

1) Provocações com Luiz Felipe Pondé. 

https://www.youtube.com/watch?v=lcpdOXKszIc

2) Luiz Felipe Pondé no "Agora é Tarde" (Oficial) 12.09.2013

https://www.youtube.com/watch?v=qYPxv5BasCs

3) Café Filosófico A castidade impossível, a luxúria maldita
https://www.youtube.com/watch?v=6Bfqtne0Dl0 

4) Luiz Felipe Pondé - O Animal em Ruínas

5) Luiz Felipe Pondé - Torre de Babel

6) Peripatético com Luis Felipe Pondé

7) Invenção do Contemporâneo: Tempo Sagrado, Tempo Profano - Luiz Felipe Pondé 

8) Luiz Felipe Pondé - A Tirania da Felicidade e o Mundo do Trabalho

9) Invenção do Contemporâneo: Peripatético - Episódio 1 - Vaidade 

10) Invenção do Contemporâneo: Peripatético - Episódio 3 - Fé 

11) Luiz Felipe Pondé - Peripatético - 4 - Casamento

12) Luiz Felipe Pondé - Peripatético - 5 - Melancolia

13) Luiz Felipe Pondé destroça o esquerdismo de Marcos Nobre

14) Luiz Felipe Pondé - Debate Sobre O Politicamente Correto

15) Lançamento do livro Podres de Mimados, com Luiz Felipe Pondé 




LEITURA INDIVIDUAL 



CONTRA TODA   ESPERANÇA-  ARMANDO VALLADARES 

(O Livro não é uma novela. É uma denúncia mundial. É um relato rigorosamente autêntico do que seu autor, Armando Valladares, viu e padeceu durante 22 anos de prisão -absurda e arbitrária- nos cárceres políticos de Fidel Castro.)

Valladares descreve a tenebrosa prisão do castelo de "La Cabaña", onde os opositores do regime comunista são justiçados com um simples tiro na cabeça. Denuncia os campos de trabalhos forçados, onde a vida perde todo o sentido. Descreve as celas de repressão e confinamento, a maldade refinada de estilo stalinista.


domingo, 4 de janeiro de 2015

TERCEIROS ANOS 2015

TERCEIRO BIMESTRE


Atividade de  início do terceiro bimestre

Na parte II  do caderno (você deve dividir as 4 ultimas partes do caderno  numerando em algarismos romanos I,II,III, IV) - Faça a O RELATÓRIO DA PALESTRA SOBRE INOVAÇÃO DE WALDEZ LUDWIG


https://www.youtube.com/watch?v=yuhy6GcJ0_w

1) Portfólio - Parte 1
PRIMEIRAMENTE , SEPARE as 4 últimas PARTES DO CADERNO DE FILOSOFIA E NUMERE CADA UMA DELAS  COM ALGARISMOS ROMANOS : I, II,III,IV

A)  sobre o pensador que você escolheu  faça:

Zygmunt Bauman - RESENHA DE  TRÊS LIVROS DO AUTOR
Pierre Lévy - PRINCIPAIS IDÉIAS DO LIVRO  CIBERCULTURA
Enrique Dussel - TRÊS LIVROS DO AUTOR
Edgar Morin - TRÊS LIVROS DO AUTOR
Alvin Tofler - TRÊS LIVROS DO AUTOR

B) Sobre o Filósofo OLAVO DE CARVALHO, NA  PARTE III, faça o levantamento dos autores divulgados por Olavo de Carvalho.
GOOGLE: indicações, olavo de  carvalho


segunda-feira, 22 de setembro de 2014

NOÇÕES GERAIS DA DIREITA E DA ESQUERDA



“Será que a natureza da atividade de pensar, o hábito
de examinar, refletir sobre qualquer acontecimento,poderia
condicionar as pessoas a não fazer o mal? Estará entre
os atributos da atividade do pensar,em sua natureza
intrínseca,a possibilidade de evitar que se faça o mal? Ou
será que podemos detectar uma das expressões do mal,qual
seja,o mal banal como fruto do não exercício do pensar?”


ESQUERDA
a) defesa do princípio da igualdade (igualitarismo)
b) feminismo
c) anti-racistas
d) contra  o direito de  propriedade
e) laicismo, ou seja, a valorização de tudo o que é profano (a religião é  relegada ao foro íntimo ou simplesmente eliminada);
f) a busca da felicidade na terra, sem limitações ético-religiosas
g) legalização do aborto,
h) legalização das drogas
i ) facilitação do divórcio,
j) casamento de pessoas do mesmo sexo;
k) o horror à oligarquia;
l) a identificação permanente com as classes inferiores da sociedade;
m) a preservação do meio ambiente e os interesses dos trabalhadores;
n) inexistência de conceitos absolutos de bem e mal.
o) penas mais brandas para os criminosos
p) contra pena de morte
q) valorização da paz.
MAS:




DIREITA
a) Valorização da iniciativa individual
b) A favor do Direito de propriedade
c) Valorização da Religião 
d)  valorização da família tradicional
e) Contra o aborto
f) Contra o casamento  Gay
g) elogio da nobreza e do heroísmo (a
h) Contra as drogas;
i)  anticomunismo,
j) valorização da teoria da retribuição no Direito Criminal (a todo crime deve
corresponder a uma pena  proporcional)
k) a legalização da pena de morte



COM BASE NO TEXTO, QUAL SERIA A SUA POSIÇÃO? EXPLIQUE





sábado, 20 de setembro de 2014

REFLEXÃO

Escola Sem Partido 



Escola Sem Partido e outras entidades acusam exames nacionais de instrumentos de ideologização:


http://noticias.terra.com.br/educacao/ong-acusa-dominacao-de-esquerda-nas-salas-de-aula,f40c26582a718410VgnVCM20000099cceb0aRCRD.html

Eichmann em Jerusalém - a Irreflexão e a banalidade do mal

“É verdade que o contar histórias revela o sentido sem 
cometer o erro de defini-lo, realiza o acordo e a reconciliação 
com as coisas tais como realmente são”.

Hannah Arendt





"A história de toda a sociedade até agora existente é a história de lutas de classes. O homem livre e o escravo, o patrício e o plebeu, o barão feudal e o servo, o mestre de uma corporação e o oficial, em suma, opressores e oprimidos, estiveram em constante antagonismo entre si, travaram uma luta ininterrupta, umas vezes oculta, aberta outras, que acabou sempre com uma transformação revolucionária de toda a sociedade ou com o declínio comum das classes em conflito...” – Karl Marx


“Nós queremos, um dia, não mais ver classes nem castas; portanto comecem já a erradicar isso em vocês mesmos. Nós queremos, um dia, ver no Reich uma só peça, e vocês devem já se educar nesse sentido. Nós queremos que esse povo seja, um dia, obediente, e vocês devem treinar essa obediência. Nós queremos que esse povo seja, um dia, pacífico, mas valoroso, e vocês devem ser pacíficos.” – Adolf Hitler




"COMENTÁRIO: na parte da economia, tenho certeza que alguém discordaria, recorrendo ao falso argumento de que os nazistas eram "capitalistas". Isso é tão falso quanto a ideia de que a burguesia alemã botou o Hitler no poder.

No nazismo, o que se convencionou chamar de "neoliberalismo" simplesmente não existia. O ESTADO MÍNIMO é uma prática contrária ao nazismo, pois para controlar a sociedade ao máximo, a elite governista nacional-socialista precisava centralizar ao máximo a economia. Claro que algum retardado "politizado" dirá que no comunismo a centralização era total, o que significaria uma diferença fundamental entre as duas ideologias, mas é preciso entender que os nazistas simplesmente não viam sentido em estatizar tudo, apenas uma grande parte, e nisso eles foram inteligentes, pois ao evitarem um controle total, evitaram os problemas típicos da economia planificada soviética."

Até o conceito de propriedade privada no nazismo é diferente do capitalismo. No capitalismo a propriedade privada é um direito do indivíduo, no nazismo é uma concessão estatal, ou seja, algo que o governo deixa você ter. No caso específico da Alemanha hitlerista, a concessão estava baseada em questões raciais. Basta dizer que os judeus (muitos deles ricos, aliás), perderam tudo o que tinham.

Quanto a burguesia alemã, ela só aderiu ao nazismo quando já era tarde demais para reverter a situaçãoDesde o início, foi no proletariado e no lumpemproletariado que Hitler recrutou a maior parte dos seus seguidores.


fonte: http://peruibenastrevas.blogspot.com.br/2013/04/diferencas-essenciais-entre-nazismo-e.html




A SOLUÇAO FINAL


https://www.youtube.com/watch?v=LoUjSeqyXzg

Um filme baseado nas confissões finais feitas por Adolf Eichmann, antes de sua execução em Israel. Capturado pelo serviço secreto da Argentina quinze anos após o final da Segunda Guerra Mundial, Eichmann, era o homem mais procurado do mundo. Em suas confissões Eichmann relata que foi o arquiteto do plano chamado de Solução Final de Hitler. Enquanto todos aguardavam pela condenação do executor chefe nazista, o capitão israelense Avner Less, cujo próprio pai falecera em um campo de concentração é o responsável pela dura tarefa de arrancar toda a verdade de Eichmann. 



sugestão de leitura 
Irreflexão e a banalidade do mal no pensamento de Hannah Arendt
http://www.saocamilo-sp.br/pdf/bioethikos/89/A5.pdf