SE O TEMPO FOSSE OURO..., TALVEZ PUDESSES PERDÊ-LO. - MAS O TEMPO É VIDA, E TU NÃO SABES QUANTA TE RESTA.
Loading...

Pesquisar este blog

domingo, 5 de junho de 2011

FILOSOFIA POLÍTICA - QUEIMADA



Marlon Brando Jr. (Omaha, 3 de abril de 1924 — Los Angeles, 1 de julho de 2004) foi um ator estadunidense, considerado um dos maiores atores de língua inglesa de todos os tempos, adepto do estilo realista de interpretação conhecido como Método Stanislavski
Aspectos dos estudos de Stanislavski sobre o realismo psicológico e a vivência de emoções autênticas em cena atraíram estes artistas. O método foi introduzido inicialmente em encenações da nova dramaturgia norte-americana da época: Clifford Odets, Arthur Miller e Tennessee Williams.
Constantin Stanislavski chegou à conclusão de que o actor deve parecer o mais possível com a vida real. Quando papel e actor estão conectados, o papel ganha vida - e o que se faz necessário é constituir uma técnica capaz de possibilitar que isto sempre ocorra. Para tanto, ensinava que: Esqueça de tudo, deixe fluir, mas lembrem-se: isto pode acontecer algumas vezes em sua carreira, ou mesmo nunca. O que existe é técnica. Todo o resto depende da forma (particular) com que você atua. Isso certamente depende de como o actor se aproxima do seu papel, do quanto "ama" o seu papel.
O Sistema consiste num método complexo para produzir a atuação realística; a maioria dos bons actores atuais (quer do teatro, cinema ou televisão) devem a este aprendizado parte do sucesso que alcançam. Usando o Sistema, uma actor é levado a proceder a uma profunda análise de si mesmo, bem como ao conhecimento do seu personagem. O actor é levado a descobrir os objetivos do personagem a cada cena, dentro do objetivo-geral da peça inteira.

Uma forma de se conseguir isto era o "segredo" de Stanislavski. Exigia que os actores fizessem inúmeras perguntas sobre seu personagem. Por exemplo, uma das primeiras perguntas que o actor deve fazer, antes de atuar, é: O que eu faria, se estivesse na mesma situação que o meu personagem?.




Assista o filme "Queimada" e somente com base no filme faça seus comentarios.
Realizado pelo diretor Pontecorvo rodado em inglês, por causa da presença de Brando, o filme iria se chamar "Quemada", e o colonizador seria espanhol, em uma ilha imaginária das Antilhas. Optaram pelo português porque causava menos polêmica e porque os espanhóis ameaçaram proibir todos os filmes do produtor Alberto Grimaldi. Isso foi mudado durante a dublagem, em que se falou um português abrasileirado. Mas trouxe dois erros históricos: Portugal não colonizou nada nas Antilhas e, num diálogo, Brando explicou erroneamente: "Você sabe que Portugal e Inglaterra são inimigos tradicionais" (isso acontecia com a Espanha, Portugal sempre foi aliado da Inglaterra).

Rodado com grande dificuldade na Colômbia, o filme teve num dos papéis centrais Evaristo Marquez, totalmente inexperiente. A fita teve problemas com a censura brasileira, que a recolheu mesmo depois de ela já ter saído de cartaz.
O filme é uma parábola política.
Artisticamente, tem dois pontos altos: a direção de arte de Piero Gherardi, e a música de Morricone, excepcional no cortejo de chegada de Evaristo à capital. Por isso o filme é muito bonito, praticamente perfeito. A fotografia, porém, é menos feliz, com muita câmera na mão, muita teleobjetiva. Brando tem uma interpretação totalmente carismática. Evaristo, que nunca sequer tinha visto um filme, tem a naturalidade do personagem. O filme, que não perdeu sua atualidade, continua a ser uma lição de cinema político. O diretor Pontecorvo (1919-2006), no entanto, nunca mais chegou a fazer outro grande filme.

Faremos um msn especial para este trabalho, ques erá inter classes.
TEMAS A SEREM OBSERVADOS: 1) LIBERALISMO ECONÔMICO; ABOLIÇÃO DOS ESCRAVOS; CLASSE TRABALHADORA; CONSPIRAÇÃO; MANIPULAÇÃO POLÍTICA.
2) ATUAÇÃO DE BRANDO;

Nenhum comentário: