SE O TEMPO FOSSE OURO..., TALVEZ PUDESSES PERDÊ-LO. - MAS O TEMPO É VIDA, E TU NÃO SABES QUANTA TE RESTA.

ATUALIDADES

Loading...
Loading...

Pesquisar este blog

Carregando...

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

SEGUNDO ANO – AULA 1 - ALMA


ALMA

A. O princípio da vida, do pensamento e dos dois ao mesmo tempo enquanto considerado como uma realidade distinta do corpo através do qual manifesta a sua atividade. Esta realidade pode ser, aliás, concebida, quer como material: Epicuro, em Diog. Laerc. X, 33: "Dei flatu natam, immortalem, corporalem, effigiatam"; Tertuliano, De Anima, 8, etc.; cf. mais adiante, Renouvier, observações; quer como imaterial: "A alma é de uma natureza que não tem nenhuma relação com a extensão nem com as dimensões ou outras propriedades da matéria de que o corpo é composto." Descartes, Paixões da alma, I, art. 30, etc.
Sobre o sentido amplo e o sentido estreito da palavra alma (1º qualquer mônada; 2º só as mônadas que têm percepções distintas e acompanhadas de memória), ver Leibniz, Monadologia, § 19.
B. Princípio de inspiração moral. "Ter alma", expressão de Ancillon, louvada por Mme de Staël, que acrescenta: "É este sopro divino que faz todo o homem: amando-se aprende-se mais sobre os mistérios da alma do que através da metafísica mais sutil." De l’Allemagne, 3a parte, cap. II.

Critica

Esta palavra implica sempre uma dualidade de natureza e de fins, uma oposição, pelo menos provisória, com a idéia do corpo quer do ponto de vista metafísico, quer do ponto de vista empírico, quer do ponto de vista moral, "quer mesmo do ponto de vista estético, por exemplo, quando se diz que é preciso ter alma para ter gosto". (Carta de Maurice Blondel) Distingue-se da palavra espírito*: lº por conter a idéia de uma substância individual; 2º por ser mais compreensiva, aplicando-se sobretudo a palavra espírito às operações intelectuais. Opõe-se igualmente ao eu na questão de saber se a nossa alma "é maior que o nosso eu", quer dizer, se a nossa existência psíquica é mais rica de conteúdo do que aquilo de que temos consciência.
Existe mesmo, no mais das vezes, entre os modernos, um sentido religioso em conseqüência de uma associação muito geral: lº entre a idéia de alma e a idéia de imortalidade; 2º entre a idéia de alma e a idéia de Deus, considerado como a origem e o vínculo das almas segundo o Cristianismo (Descartes, Malebranche, Leibniz, Berkeley, etc.).
Rad. int.: Anim.

Alma vegetativa - A alma ou a parte da alma que produz a nutrição, o crescimento, a reprodução e o declínio dos seres vivos mesmo não dotados de sensação e de sensibilidade.

Alma Sensitiva – A alma ou parte da alma que é o principio de sensação e da sensibilidade, mesmo nos seres que não possuem razão.

Alma Racional - Anima sensibilis ou Spiritus vitalis, Bacon. É a alma capaz de abstrair, raciocinar e criar.

Nenhum comentário: